Gepatri de Formosa indicia jovem que denunciou falso assalto

378

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Formosa autuou, no dia 20 de janeiro, uma jovem de 18 anos, por denunciação caluniosa. Após dar entrada em unidade hospitalar com ferimentos superficiais no pescoço e na perna, provocados por golpe de faca, a paciente alegou ter sido vítima de assalto, por indivíduo que teria levado o celular e a esfaqueado enquanto ela tentava fugir.

Durante as investigações, ficou constatado que, na realidade, o suposto autor era ex-companheiro da vítima, e a vítima se autolesionou com uma faca de cozinha, a fim de simular a gravidade das agressões sofridas.

Segundo odelegado responsável pelo caso, José Antônio Machado Sena, o casal entrou em vias de fato, momento em que a vítima quebrou um cordão de prata do autor, o que motivou com que o autor se apropriasse do aparelho celular de sua ex-companheira. A jovem será indiciada por denunciação caluniosa e o agressor responderá pelo delito de vias de fato e exercício arbitrário das próprias razões.