Gepatri de Luziânia prende dois suspeitos de latrocínio tentado

574

Os policiais civis do Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia cumpriram, nessa quarta-feira (20), mandados de prisão preventiva em desfavor dos investigados Felipe Pereira Dutra, de 21 anos, e Weverton Rodrigues Fernandes, 20 anos.

Consta dos autos do inquérito que em novembro do ano passado indivíduos armados invadiram uma casa e após renderem uma senhora já idosa, depararam-se com seu filho, policial militar da reserva, que ao perceber a presença dos assaltantes, tentou sacar sua arma para reagir, mas acabou sendo atingido por disparos na região do rosto. A vítima foi socorrida de imediato e não morreu. Os assaltantes fugiram levando apenas um aparelho celular.

Depois de dois meses de investigação foi apurado que Felipe e Weverton, na companhia de Tiago Ferreira da Rocha (este já preso pela Polícia Civil de Goiás), teriam praticado o crime em conjunto. Tiago é apontado como o suspeito que portava a arma de fogo e efetuou os disparos.

Os autores foram indiciados por latrocínio tentado e agora estão à disposição do Judiciário para serem processados criminalmente. O aparelho celular foi recuperado em poder de outra pessoa e já restituído à vítima.