Gepatri e 1ª DDP prendem receptador que tentava vender notebook furtado no site OLX

620

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio da Área Integrada de Segurança Pública nº 1 (Gepatri Aisp 1) e da 1ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiânia prenderam em flagrante um receptador após ele postar um notebook produto de furto à venda no site OLX. A ação se deu na quinta-feira (23).

No dia 17 de agosto, a vítima Carlos Eduardo Batista da Silva teve sua residência furtada e, entre os bens subtraídos, havia um notebook marca Acer. Posteriormente, esse produto foi colocado para venda no site OLX. Após o autor marcar encontro com a vítima, o delegado Gil, do Gepatri Aisp 1, passou-se por esta e foi em seu lugar.

O encontro ocorreu no camelódromo do Setor Campinas, onde o vendedor alegou não possuir nota fiscal porque o computador teria sido trazido da Argentina. Toda a movimentação foi acompanhada de perto por policiais civis da 1ª DDP e do GEPATRI.

Após mentir sobre a origem do notebook, o autor foi informado de que conversava, na verdade, com o delegado de polícia e que estava cercado por policiais civis, oportunidade na qual confessou ter comprado o notebook de um conhecido e o colocado à venda por um preço superior.

O autor recebeu voz de prisão, teve Auto de Prisão Preventiva (APF) lavrado em seu desfavor e recolheu a quantia de R$ 2 mil de fiança. A vítima agradeceu o trabalho da polícia civil e teve seu notebook restituído.

Participaram da diligência os policiais civis Leonardo Nunes de Carvalho, Marjorie Gomes Chaves, Filipe dos Santos Guerra e Thienes Vaz de Oliveira, coordenados pelo delegado Gil Fonseca Bathaus.