GIH Aparecida prende terceiro envolvido em homicídio contra adolescente de 16 anos; corpo foi carbonizado

208

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia, deu cumprimento hoje (05) ao mandado de prisão temporária do terceiro suspeito da prática de um feminicídio ocorrido contra a jovem Giovana Kely Vieira Almeida, de 16 anos. A vítima foi morta por esganadura, no dia 14 de abril do corrente ano, no Setor Garavelo, Aparecida, tendo seu corpo queimado e jogado na Serra das Areias.

Essa prisão foi a última de uma série de prisões realizadas para apurar a morte Giovana, totalizando três autores presos. Dois suspeitos já haviam sido presos em junho e julho, respectivamente. As investigações apontaram que a vítima saiu de sua casa para à casa de um dos autores para participar de uma festa. Nessa festa estavam os três suspeitos da prática criminosa. Após ter relações sexuais com os indivíduos, eles resolveram matá-la, colocando fogo em suas partes íntimas para esconder um provável crime sexual.

Os três autores se encontram presos na Central de Flagrantes de Aparecida de Goiânia e responderão pelo crime de feminicídio e ocultação de cadáver. Após a realização de perícia sobre o corpo, eles poderão responder, ainda, pelo crime de estupro coletivo.