GIH de Anápolis elucida homicídio de morador de rua; motivo foi dívida de R$ 5

187

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, cumpriu, na manhã desta segunda-feira (2),  mandado de prisão temporária em desfavor de G.G., de 41 anos, apontado como autor do homicídio qualificado praticado contra Waliton Gomes Silva, 24 anos, pessoa em situação de rua, ocorrido em 4 de junho do corrente ano, nas proximidades da Praça da Bíblia, Setor Maracananzinho.

Conforme apurado, o investigado e a vítima costumavam andar juntos e, no dia dos fatos, se encontravam bastante embriagados. Testemunhas relatam que eles começaram uma discussão por conta de uma quantia de R$ 5. Depois de um primeiro embate, G. teria deixado o local e retornado minutos após de posse de uma faca, alcançou a vítima, atingindo-a com golpes no abdome.

Waliton foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no hospital. G., que confessou a prática do crime, se encontra recolhido no presídio local, à disposição da justiça.