GIH de Anápolis prende, em Nerópolis, condenado por ter matado a própria mãe

557

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis prendeu, no fim da tarde dr terça-feira (27) Wellington Alves Martins, 36 anos, em Nerópolis. Ele foi condenado a sete anos e 10 meses de prisão por ter matado a própria mãe, Maria Catarina de Souza, 57 anos, em março de 2016, na Vila Esperança, em Anápolis. Ela morreu decorrente de traumatismo craniano provocado por espancamento, após ser atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Na época do crime, Wellington, que é alcóolatra e usuário de drogas, foi preso temporariamente, mas foi colocado em liberdade para responder o processo. A sentença condenatória definitiva foi proferida no último mês de setembro por lesão corporal seguida de morte.

Segundo o delegado Vander Coelho, por ter matado a mãe, os familiares expulsaram Wellington de casa. Durante as investigações, os policiais o encontraram vivendo como andarilho, em Nerópolis.