GIH de Formosa prende dupla suspeita de homicídio

628

O Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa deu cumprimento às prisões temporárias de José Renato Batista, 62 anos, e Vikael Batista de Sousa, vulgo Ceará, de 21 anos. A dupla é suspeita de agredir, até a morte, o menor B.J.T, de 12 anos,  no dia 20 de maio de 2017.

O crime teria ocorrido em retaliação a pequenos furtos cometidos pelo menor, que à época era abrigado da Mãe Social em Formosa. Segundo as investigações, o castigo consistiu em chutes, socos e arremessos do menor contra o solo, sendo os ferimentos a causa do óbito.

A dupla também teria se encarregado de ocultar cadáver da vítima no aterro municipal, enterrando os restos mortais, encontrados carbonizados em 23 de maio de 2017. O menor morava no abrigo em Formosa e era constantemente visto vendendo balas e doces no semáforo da Av. Brasília, no centro da cidade.

Exames periciais realizados na residência do suspeito José Renato, revelaram grande quantidade de sangue, indicando que B.J.T morreu no interior da casa. Pela área das manchas reveladas é possível afirmar que o garoto perdeu muito sangue e pode ter agonizado no local por horas até falecer.