GIH de Planaltina cumpre mandados de prisão por homicídio qualificado

649
WhatsApp Image 2016-09-27 at 10
Ana Paula Santos Marra e José Sérgio de Souza. presos no dia 26

Policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Planaltina de Goiás, no entorno do Distrito Federal, cumpriram dois mandados de prisão em desfavor de homicidas que agiram contra ex-companheiros. As diligências se deram na segunda-feira (26).

Na primeira delas, Ana Paula Santos Marra foi detida por arquitetar a morte de Gilmar Barbosa de Souza no dia 20 de janeiro deste ano. De acordo com as investigações, ela teria agido em conluio com seu atual companheiro, Luiz Lima, o qual teria sido o executor do crime. Este ainda está foragido e é procurado pela Polícia Civil.

No final da tarde do mesmo dia, foi dado cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de José Sérgio de Souza em Brasília-DF. Ele teria assassinado Manoel Pereira dos Santos a 15 de maio do ano passado a mando da companheira da vítima, Antônia Alencar da Silva, por alcunha “Tonha”. Esta teria prometido uma recompensa de R$ 2,5 mil a José Sérgio, além de um revólver e alguns eletrodomésticos usados.

De acordo com o coordenador das investigações, delegado Bruno Ramos Mendes, chamou a atenção o nível de violência da execução perpetrada pelo autor. Não obtendo êxito em assassinar Manoel com a arma de fogo fornecida por Antônia, José Sérgio utilizou-se de um facão para atacar a vítima, que faleceu no local. Antônia também se encontra foragida, mas para cuja captura estão sendo promovidas diligências.

Bruno Ramos salienta o esforço despendido e o empenho de sua equipe, formada pelos policiais civis Marco, Valdemir, Alysson Glei e Wander Lúcio.