GIH de Planaltina recambia preso em operação de 3 mil quilômetros

603

O Grupo de Investigações de Homicídios de Planaltina de Goiás realizou operação, entre os dias 12 e 14 de setembro, para recambiar um preso da cidade Campos de Goytacazes/RJ até Planaltina, num percurso de cerca de 3 mil quilômetros. O mandado de prisão de Tauan Silva Santos de Campos, pela prática de homicídio, foi cumprido com apoio da PMRJ, há um ano e dez meses.

Desde então, ele aguardava julgamento no sistema prisional daquele estado. Tauan é um dos acusados de participação na morte de Maurílio Conceição Reis, no fim de 2016.  Desde então, o autor, considerado um indivíduo de alta periculosidade e que apresenta envolvimento com facções criminosas, evadiu-se para o estado do Rio de Janeiro, mas continuou sendo monitorado e investigado. Agora, o autor se encontra à disposição do poder Judiciário de Planaltina/GO.