GIH e GENARC de Novo Gama cumprem prisões temporárias

69

Os policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) e do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Novo Gama deram cumprimento a mandado de prisão temporária em desfavor de dois investigados pela prática de homicídio qualificado. Foram presos um homem, com 29 anos, e sua genitora, com 49 anos.

De acordo com às investigações, no dia 08 de fevereiro de 2018, a vítima foi encontrada morta em casa, com ferimentos causados por instrumentos contundentes e perfurocortante. Foi apurado que, no dia anterior, a vítima, após consumo de bebida alcoólica, teria tido desentendimentos com a mulher com quem se relacionava e com o filho dela, sendo que, após essa briga, ocorrida no interior da casa, a vítima não foi mais vista, até ser encontrada sem vida no dia seguinte.

Ao serem interrogados, os suspeitos negaram ter ido ao local no dia do crime, mas as provas colhidas na investigação contrariam a versão dos investigados. A Polícia Civil prossegue em diligências e a investigação deve ser concluída em até 30 dias.