GIH prende autor de homicídio consumado e tentado; crime foi motivado por ciúmes

140

Na manhã desta segunda-feira (20), a Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis – com o apoio operacional do Genarc de Niquelândia -, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva contra um homem de 33 anos.

Ele é apontado como autor do homicídio qualificado praticado contra um outro homem, de 37 anos, bem como de duas tentativas de homicídio praticadas contra outros dois jovens, ambos de 34 anos, ocorridas na noite de 23 de julho deste ano, numa residência situada na Rua Almeida Júnior, Setor São José, em Anápolis.

Conforme apurado, uma confraternização entre familiares da esposa do autor ocorria no local. Em meio ao evento, este passou a sentir ciúmes de sua mulher, acreditando que uma das vítimas, a que veio a óbito, que era primo da jovem, a assediava. O autor e a esposa deixaram o evento, tendo havido uma discussão entre o casal. Minutos mais tarde, o autor retornou ao local da confraternização armado e, conforme o relato das testemunhas, abriu fogo, atingindo a vítima fatal, que não resistiu aos ferimentos e foi a óbito de imediato, além dos outros dois jovens, que foram socorridos e sobreviveram ao atentado.

Localizado na cidade de Niquelândia, o investigado admitiu ter utilizado drogas antes da confraternização e ter feito os disparos de arma de fogo, afirmando que agiu em legítima defesa, versão que foi refutada por todas as testemunhas ouvidas no inquérito policial. O investigado se encontra recolhido na Unidade Prisional de Niquelândia, onde permanecerá à disposição da Justiça.