GIH/Genarc de Novo Gama cumpre mandados por tráfico e homicídio

740
WhatsApp Image 2017-05-12 at 11
Darley Ribeiro (à esquerda) e Marcos Douglas (à direita)

O Grupo de Investigações de Homicídios e de Repressão a Narcóticos (GIH/Genarc) de Novo Gama, coordenados pelo delegado Danillo Martins, cumpriu mais um mandado de prisão preventiva em desfavor de Marcos Douglas Assis Cesário, por alcunha “Café”, 19 anos. Ele é investigado por homicídio qualificado e mais duas tentativas de homicídio perpetrados em 21 de agosto do ano passado. Sua captura se deu na quinta-feira (11).

Segundo as investigações, Marcos Douglas, acompanhado de Guilherme Souza Santos, foram de bicicleta até o Residencial Alvorada, em Novo Gama, ocasião em que encontraram a vítima Jhonatan Pereira de Araújo, 17 anos, o qual estava dentro de um carro com quatro amigos. Os autores se aproximaram, e Guilherme efetuou disparos de arma de fogo na direção do interior do veículo mirando Jhonathan, o qual foi atingido várias vezes.

Enquanto Guilherme efetuava os disparos, Marcos Douglas o instigava dizendo: “vai, atira, vai, atira”. Um dos disparos também acertou outro rapaz que estava dentro do carro. Guilherme ainda teria apontado a arma para outro rapaz que estava no banco do motorista, ocasião em que tentou disparar, mas a arma falhou.

Em seguida, Marcos Douglas, percebendo que Jhonatan ainda respirava, desferiu uma facada contra o pescoço da vítima e a puxou para fora do carro, jogando-a no chão. Antes de saírem do local, os autores ameaçaram as testemunhas, dizendo que matariam quem os denunciassem.

Marcos Douglas é membro de uma associação criminosa no Lago Azul, em Novo Gama. Ele é suspeito de pelo menos cinco homicídios na região. Guilherme foi morto em janeiro deste ano.

Os policiais civis também cumpriram mandado de prisão preventiva em desfavor de Darley Ribeiro dos Santos. Ele responde a processo, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas Novo Gama. Considerado foragido da justiça desde abril de 2017, Darley já se encontra à disposição do Poder Judiciário.