Homem desrespeita medida protetiva, agride mulher e é preso

170

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Goianésia, em ação integrada com a Polícia Militar, prendeu um homem, na manhã de segunda-feira (30), por agredir uma mulher. O crime ocorreu em São Francisco de Goiás.

O indivíduo, de 23 anos, foi preso preventivamente logo após receber alta hospitalar do Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL), em Goiânia.

A investigação aponta que ele começou a se relacionar amorosamente com a vítima quando ela ainda tinha 11 anos de idade. A mulher relatou que a convivência do casal sempre foi conturbada, com términos e reconciliações. Descreveu o investigado como uma pessoa agressiva, principalmente quando está sob efeito de bebidas alcoólicas e drogas.

Ainda segundo a vítima, no começo de 2021, o casal decidiu morar na mesma casa e, logo depois, a adolescente engravidou. Mesmo grávida, o homem não a respeitava e proferia diversas ameaças de morte, além de agredi-la fisicamente com tapas e socos em seu rosto, bem como chutes em seu corpo.

Os familiares da vítima procuraram a Delegacia de Polícia de São Francisco de Goiás, solicitando, então, medidas protetivas de urgência. No entanto, o investigado, mesmo ciente da medida protetiva de urgência, nunca respeitou as restrições impostas e continuou perseguindo e ameaçando a mulher.

Diante da gravidade dos fatos, a Polícia Civil representou pela decretação da prisão preventiva do homem, que foi prontamente deferida pelo Poder Judiciário. Ele responderá pelos crimes de lesão corporal, qualificados pela violência doméstica e familiar, injúria, ameaça, estupro de vulnerável e descumprimento de medida protetiva de urgência.