Homem é autuado após fazer festa com aglomeração em condomínio de Valpaíso

167

Nesta segunda-feira (19), a 1ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Valparaíso de Goiás e o Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) da cidade deram encerramento a uma festa clandestina realizada em um condomínio fechado de Valparaíso. O autor do fato é morador da localidade e já havia sido notificado pela administração do condomínio para que desse encerramento ao evento, contudo, continuou a praticar o ilícito, oportunidade em que a Polícia Civil fora acionada.

No local, os policiais civis constataram a procedência das informações, verificando a presença de oito pessoas, todas sem máscaras, sendo que sete delas eram convidadas e apresentavam visíveis sinais de embriaguez. Conforme o depoimento de um morador do condomínio, o evento festivo começou no domingo (18), e perdurou até a segunda-feira, encerrando-se somente com a intervenção policial.

Diante de tais fatos, foi efetuado o encerramento da festa, sendo o responsável pela aglomeração conduzido até a 1ª DDP. Ele vai responder pela prática do delito de descumprimento de medidas sanitárias, em razão de ter infringido a determinação do poder público destinada a evitar a propagação do coronavírus (Covid-19), conforme consta no art. 20 do Decreto Municipal nº 272/21, prorrogado pelo Decreto Municipal nº 345/2021.

“A PCGO está presente e atuante no combate ao coronavírus, realizando operações e fiscalizando, prendendo pessoas que não estão cumprindo as regras e medidas sanitárias, orientando aquelas pessoas que a gente constata uma falta de informação sobre a necessidade de cumprir as regras e os decretos municipais”, declara a delegada Samya Nogueira Barros, titular da 1ª DDP de Valparaíso.