Homem é preso após cortar pescoço de ex-companheira em Piracanjuba; vítima sobreviveu

154

A Polícia Civil em Piracanjuba efetuou, no dia 14 de abril, a prisão em flagrante de um homem de 35 anos, investigado pelos crimes de tentativa de homicídio e perseguição contra sua companheira, de 25 anos.

De acordo com as investigações, autor e vítima mantiveram um relacionamento amoroso conturbado e cheio de brigas por aproximadamente seis meses. Há 15 dias, o casal se separou e, desde então, inconformado com o término, o autor passou a perseguir sua ex-companheira, que, por sua vez, passou a residir, escondida, na casa de uma amiga.

Na noite de 12 de abril, o autor invadiu a nova residência de sua ex portando uma faca. Ao perceber que ela não estava, se escondeu em um dos cômodos. Quando a mulher retornou à casa, foi atacada com diversos golpes de faca na altura do rosto e pescoço. Percebendo que a mulher já não demonstrava sinais de vida, o homem fugiu do local e se escondeu.

Imediatamente, a Polícia Civil iniciou as investigações e, durante as diligências, descobriu que o autor retornou ao local do crime na noite seguinte, na tentativa de “consumar o delito”. Não obstante, continuou perseguindo a vítima com mensagens e ligações telefônicas no intento de encontrá-la novamente.

Durante as diligências, a Polícia Civil descobriu o paradeiro do investigado, que, sabendo da perseguição, resolveu se entregar na delegacia. O autor, que não possui antecedentes criminais, foi recolhido no Presídio de Piracanjuba, onde responderá pelos crimes de tentativa de feminicídio e perseguição, cujas penas podem chegar a 30 anos de prisão.