Homem é preso em Cristalina suspeito de atrapalhar investigações de estupro de vulnerável

328

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia (DP) e do Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Cristalina, deu cumprimento a medida cautelar por busca e apreensão domiciliar no Município de Formosa. A medida foi cumprida no bojo da Operação Abuse Fide, na última sexta-feira (30).

Após a Polícia Judiciária tomar conhecimento de estrupo de vulnerável, ocorrido no Distrito de Marajó, todas as providências foram tomadas para elucidar o crime. No decurso do procedimento policial, o filho do autor começou a ameaçar as testemunhas, solicitando para que estas desistissem do processo. Tendo a Polícia Civil tomado conhecimento desses fatos, solicitou a prisão do autor e busca domiciliar na casa do filho do autor, o qual estaria ameaçando as testemunhas.

Após deferimento do Poder Judiciário, foi dado cumprimento às medidas cautelares, porém, no momento da chegada da equipe policial, o autor do estrupo não se encontrava no local, estando presente somente o filho do autor, o qual foi preso em flagrante delito em posse de arma de fogo.

Além da prisão em flagrante do filho do autor do delito, este responderá por coação no curso do processo, sendo preso ainda por força de mandado de prisão preventivo por interferir nas investigações policiais. O autor do estupro está foragido e segue sendo procurado.