Homem é preso pela Deam de Valparaíso por pornografia infantil

132

Nesta quinta-feira (19), a Polícia Civil, por meio da equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Valparaiso de Goiás, prendeu em flagrante um homem investigado por possuir, armazenar, trocar e transmitir fotografias e vídeos contendo cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

No dia 18 de novembro de 2020, foi registrada ocorrência na referida especializada com a notícia de que o suspeito estava enviando vídeos pornográficos e áudios para uma adolescente de 13 anos, com intuito de instiga-la a com ele praticar ato libidinoso. Entre os vídeos e fotografias enviados para a vítima, desde o começo do mês de novembro, constavam cenas de sexo explícito de crianças e adolescentes entre si, com adultos e até com animais.

Durante a madrugada e na manhã do dia 19, como era esperado, o investigado espontaneamente enviou mais material com pornografia infantil para a vítima, bem como áudios para induzi-la à prática de atos libidinosos diversos. Diante disso, os policiais civis da Deam foram até o endereço do investigado, onde o prenderam em flagrante e apreenderam um celular (que estava escondido no forro da casa) e um tablet.

No celular do preso, havia inúmeros grupos de WhatsApp dedicados a pornografia infantil. No tablet foram encontrados armazenados milhares de vídeos com semelhante conteúdo pornográfico. Verificou-se ainda que o investigado mantinha relação sexual com uma neta de 17 anos, em troca de dinheiro e vantagens financeiras.

O suspeito foi autuado, portanto, pela prática dos delitos tipificados nos artigos 241-A, 241-B e 241-D do ECA, bem como no art. 218-B, parágrafo 2°, I, do Código Penal. Encaminhado à Delegacia e cientificado dos seus direitos constitucionais e legais, o autuado confessou todos os crimes. Após a lavratura do auto de prisão em flagrante, ele foi recolhido ao presídio municipal, onde se encontra à disposição da Justiça local.