Homem que aplicava golpe do cartão clonado é preso em Goiatuba

521

A Polícia Civil prendeu, no dia 18 de fevereiro, em Goiatuba, no sul do estado, um integrante de grupo de estelionatários paulistas especializados no “golpe do cartão clonado”, também conhecido como “golpe do motoboy”. O homem era o responsável por pegar o cartão bancário na residência das vítimas.

De acordo com as investigações, os criminosos se passavam por funcionários de instituição bancária e convenciam as vítimas de que seu cartão havia sido clonado. Após induzirem a vítima a fornecer informações sigilosas, eles orientavam o titular a entregar o cartão magnético a um motoboy que buscaria o documento na residência, em nome do banco. Uma vez de posse do cartão, os criminosos transferem todo o dinheiro da conta da vítima.

Tal crime tem sido recorrente neste período de pandemia e tem vitimado pessoas idosas, na maioria das vezes. Ao tentar fazer mais uma vítima em Goiatuba, o autor foi surpreendido por policiais civis, que o prenderam em flagrante.

Ao ser interrogado, o suspeito assumiu a autoria do crime e afirmou fazer parte de um grupo especializado nesse tipo de golpe, com atuação em diversos estados do país. Segundo afirmou, nos últimos dias, aplicaram golpes nas cidades de Barretos-SP, Itumbiara-GO e Goiatuba-GO.

O conduzido é natural do estado de São Paulo, onde reside com seus comparsas, e foi preso naquele estado em duas ocasiões por roubo e uma outra por tráfico de drogas. No presídio, enquanto cumpria pena, conheceu colegas de cela que já se dedicavam a esse tipo de crime, e juntou-se a eles.