Interpol prende nos EUA investigado por crimes contra a honra ocorridos em Quirinópolis

687

A Delegacia de Polícia de Quirinópolis teve cumprido pela Interpol, no último domingo (12/6), mandado de prisão expedido em desfavor de alvo residente nos Estados Unidos da América. O autor é acusado de praticar diversos crimes como injúria qualificada pelo racismo e pela homofobia, calúnia, difamação e injúria contra cinco vítimas diferentes em mensagens postadas em grupos de aplicativo de mensagens.

Crente na impunidade pelo fato de residir nos EUA, o autor seguia praticando delitos de forma reiterada por intermédio das redes sociais. A Polícia Civil representou por sua prisão preventiva, que foi deferida pelo Poder Judiciário local e o mandado incluído na difusão vermelha da Interpol para possibilitar o cumprimento pelas autoridades norte-americanas. O autor segue preso até decisão das autoridades locais.