Mulher investigada pelo crime de cárcere privado é presa em Inhumas; vítima é deficiente

699

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Inhumas efetuou a prisão em flagrante, nessa quinta-feira (19), de C. M. A. pelo crime de cárcere privado qualificado. A autuada mantinha a vítima em cárcere privado em sua própria residência.

As investigações se inciaram a partir de uma denúncia encaminhada à delegacia pelos Direitos Humanos, em que se noticiava que a vítima era mantida em encarcerada durante o dia, sem alimentação e cuidados adequados, já que tem deficiência física e mental.

Imediatamente os investigadores iniciaram diligências com o objetivo de apurar a veracidade da delação anônima. Contudo, nas diversas vezes que estiveram no local não obtiveram êxito, já que a residência sempre se encontrava fechada e aparentemente sem ninguém no local.

Assim, para o prosseguimento das investigações, houve representação ao Poder Judiciário pela busca e apreensão no local do fato, a medida foi deferida e cumprida nesta data.

Durante o cumprimento do mandado de busca, os policiais civis da Delegacia de Inhumas adentraram no local e constataram que a vítima estava encarcerada dentro de um dos quartos da residência, onde também havia um balde que a vítima utilizava para fazer suas necessidades fisiológicas, já que não tinha acesso a um banheiro. A autora foi então presa em flagrante pelo crime de cárcere privado.