Mulher que teria permitido abuso sexual de criança é presa em Catalão

1088

WhatsApp Image 2016-08-26 at 09Policiais civis de Catalão, no sul de Goiás, cumpriram mandado de prisão preventiva em desfavor de Marinalva Sousa (foto) na sexta-feira, 26. Ela é acusada de omissão em um caso no qual seu primo teria abusado sexualmente de uma criança de seis anos. O pedido de representação foi feito pela titular do 2º DP do município, delegada Patrícia Marcella Oliveira. A prisão é considerada desdobramento de um caso de duplo homicídio ocorrido na cidade na segunda-feira, 22. Quem se omite de proteger vulnerável em casos de abuso sexual incorre na mesma pena estabelecida para esse crime (Artigo 217-A do Código Penal Brasileiro), a qual é de reclusão de oito a 15 anos.