Operação Gato Mestre: Gepatri de Luziânia prende responsável de indústria de reciclagem por furto de energia

211

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia, deflagrou hoje (29) a Operação Gato Mestre, que resultou na prisão em flagrante do responsável por uma indústria de reciclagem que estava furtando energia elétrica, mediante ligação do cabeamento de energia diretamente na rede de distribuição (sem passar pelo medidor).

A operação foi deflagrada após investigação iniciada por notícia da empresa Enel, responsável pela distribuição de energia no Estado de Goiás. Durante a operação, os técnicos da Enel realizaram vistoria/perícia no local e a fraude ficou demonstrada.

De acordo com o entendimento da autoridade policial, a conduta flagrada configura o delito de furto qualificado pela fraude, com pena de 2 a 8 anos de reclusão, e multa.

O crime não admite arbitramento de fiança pelo Delegado de Polícia, razão pela qual, após formalização do Auto de Prisão em Flagrante (APF), o preso será encaminhado ao presídio local, local em que permanecerá à disposição do Poder Judiciário.