Operação Black Friday: 19 pessoas são presas em cinco dias em Padre Bernardo

807

A Polícia Civil de Goiás deflagrou em Padre Bernardo a Operação Black Friday, exclusiva PCGO, na sexta-feira (23). A ação foi realizada com o objetivo de combater o tráfico de substâncias entorpecentes no município, bem como outros crimes conexos.

A operação contou com a participação de 35 policiais civis. Participaram dela pertencentes o GIH, Genarc e a 2ª DDP de Águas Lindas; as DPs de Santo Antônio do Descoberto, Alexânia, Cocalzinho de Goiás e Padre Bernardo.

Coordenada pelos delegados Vinícius Máximo da Silva, titular da DP de Padre Bernardo, e Cleber Junio Martins, coordenador do GIH e Genarc de Águas Lindas, a operação foi o desfecho normal das investigações que resultaram na representação por sete prisões temporárias, uma prisão preventiva e onze mandados de busca e apreensões em onze alvos definidos.

O resultado foram as prisões de João Henrique Moreira Bastos, Brener Gonçalves da Costa, Jaffeton Kaio Vieira dos Santos, Marcos Raimundo da Silva, Ariel Henrique Borges dos Santos, Fernando Garcia e Yurik Gonçalves da Silva, detidos por envolvimento com o tráfico de substâncias entorpecentes na região.

Denilson Pereira de Sá foi preso preventivamente pela prática de inúmeros furtos e estelionatos na região de Padre Bernardo. Além dos mandados referidos, Francinek Galdino da Silva foi preso em flagrante quando do cumprimento de um dos mandados de busca e apreensão por possuir munição de uso restrito e praticar crime ambiental. Valdeir Martins da Silva, por alcunha “Bob”, também foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Flaviano Bezerra dos Santos tivera contra si lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por posse de droga para consumo próprio. Ainda contra um menor, foi lavrado o Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) pela posse de munição de uso permitido.

Com o cumprimento dos mandados de busca e apreensões, foram apreendidos 278 gramas de material assemelhado a maconha, 4 quatro gramas de produto suspeito de ser cocaína e 13 comprimidos de êxtase, além de outros objetos relacionados a outros crimes investigados.