Operação Derrocada: PCGO prende envolvidos em homicídio em Palestina de GO

84

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Iporá, em cumprimento a Ordem de Missão Expedida pela Delegacia Regional de Polícia, após minuciosa investigação policial, chegou à autoria do crime de homicídio qualificado ocorrido na cidade de Palestina de Goiás. Três pessoas investigadas foram presas temporariamente nesta quarta-feira (06), uma em Rio Verde e dois em Iporá. Os policiais civis também cumpriram busca e apreensão na residência dos envolvidos, no bojo da denominada Operação Derrocada. Um dos investigados teve o mandado de prisão cumprido na unidade prisional onde se encontrava.

De acordo com o apurado, no dia 22 do mês de julho de 2017, a vítima, de 34 anos de idade, foi assinada na Fazenda Serrinha, zona rural de Palestina de Goiás, onde realizaria o reparo de uma cerca de arame. Este foi o local onde o executor, provavelmente escondido numa vegetação, lhe desferiu um disparo de arma de fogo. Depois do disparo, o executor, com o auxílio de um comparsa, amarrou a vítima em sua própria motocicleta e violentamente a arrastou por aproximadamente um quilômetro e meio, a jogando dentro de uma vala.

Segundo as investigações, o delito hediondo ocorreu por motivos de ciúmes, pois a esposa do possível mandante e também executor teve um envolvimento amoroso com a vítima. Assim, inconformado com a traição, o idealizador do crime, com a colaboração de outro envolvido, engendrou todo o plano homicida para ceifar a vida da vítima.

Após a captura e realização dos procedimentos de praxe, os investigados foram encaminhados às Unidades Prisionais de Caiapônia e Israelândia, permanecendo à disposição do Poder Judiciário.