Operação Entressafra: preso ex-funcionário suspeito de roubar etanol e furtar objetos de usina sucroalcooleira de Goianésia

424

A Polícia Civil, por meio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Goianésia, cumpriu nessa terça-feira (04), mandado de prisão preventiva de um homem, 39 anos, suspeito de roubar combustível em uma usina de açúcar e álcool do município. O investigado era funcionário da empresa há quatro anos. A Operação foi batizada com o nome Entressafra.

Na ocasião, os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do investigado e apreenderam diversos objetos de origem duvidosa, bem como aproximadamente R$ 6 mil em dinheiro. Comprovou-se que a maioria dos objetos apreendidos são de propriedade da usina.

As investigações iniciaram no final do mês de novembro de 2021, após uma funcionária da empresa se deparar com uma VW/Kombi, engatada em um reboque com vários galões, subtraindo combustível. O homem, ao notar a presença da funcionária, proferiu ameaça de morte e fugiu do local subtraindo um contêiner com capacidade de mil litros e álcool e uma carretinha com aproximadamente 1.500 litros de álcool. Ao empreender fuga, a carreta quebrou, sendo abandonada em uma estrada próximo da usina.

A Policia Civil continuará com as investigações no intuito de identificar os receptadores do etanol e a participação de outros funcionários na subtração do combustível e equipamentos da empresa.

O suspeito responderá pelos crimes de roubo e furto qualificado, que prevê uma pena de prisão de 04 a 10 anos e 03 a 08 oito anos, receptivamente. Ele foi recolhido na Unidade Prisional de Goianésia e está à disposição do Poder Judiciário.