Operação Over Net cumpre mandados contra provedores de internet que “desviavam” o serviço

1148

Os policiais civis de Águas Lindas de Goiás deflagraram, nessa quinta-feira (30), a Operação Over Net, que cumpriu 19 mandados de busca e apreensão contra provedores de conexão de internet existentes no município. A operação decorre de investigação criminal realizada pela 2ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Águas Lindas, que apura crimes de receptação qualificada e dano qualificado praticados contra bens e instalações de empresas concessionárias de telefonia móvel, além do cometimento de outras infrações previstas na Lei Geral de Telecomunicações.

Durante as investigações, a Polícia Civil apurou que determinadas empresas provedoras de conexão de internet estariam utilizando indevidamente a estrutura de empresas concessionárias de serviço de telefonia móvel para fornecerem seus serviços. Isso causou danos e sérios prejuízos não só às empresas vítimas, mas também aos usuários regulares do serviço de internet, os quais tinham o acesso interrompido.

A operação teve a participação de 27 policiais civis, além de 9 fiscais da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e 15 técnicos de empresas de telefonia. Durante o cumprimento dos mandados de busca, foram apreendidos diversos equipamentos de origem ilícita pertencentes às empresas de telefonia móvel TIM, OI e VIVO. Foram lavrados dois autos de prisão em flagrante por receptação qualificada e um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por receptação culposa.

Delegado responsável: Danilo Victor Nunes de Souza.