Operação Redenção: 6ª DRP flagra clínica para dependentes químicos que os mantinha em cárcere privado em Bom Jesus

812

A Polícia Civil de Bom Jesus de Goiás deflagrou, na madrugada desta quinta-feira (06), a Operação Redenção. O objetivo foi apurar irregularidades em uma Comunidade Terapêutica que cuida da reabilitação de dependentes químicos, mas que está totalmente em desacordo com o que determina a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Após o Ministério Público compartilhar informações com a Polícia Civil referentes ao funcionamento de uma clínica irregular de tratamento de dependentes químicos, a autoridade policial representou junto ao Poder Judiciário por mandado de busca e apreensão domiciliar com vistas a apurar irregularidades no local.

Deferido o mandado judicial, foi deflagrada a ação, coordenada pelo delegado Rogério Moreira. A operação contou com o apoio de 15 policiais civis, lotados na DP de Bom Jesus, Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri), além de equipes da 1ª e 2ª Delegacias Distritais de Polícia (DDPs) de Itumbiara.

No local, os policiais constataram a situação irregular, dada a ausência de alvarás da Vigilância Sanitária, Bombeiros, ausência de equipe técnica especializada no atendimento e profissionais da saúde, conforme determinação legal.

Ademais, foram flagrados dois dependentes de álcool internados e dormindo trancados pelo lado de fora, onde outro dependente de confiança do proprietário, Romildo Geraldo da Silva Júnior, 30 anos, ficava em poder das chaves e vigiava os internos, impedindo-os de saírem voluntariamente. Romildo confessou aos investigadores que os familiares dos pacientes da clínica contribuíam com cerca de um salário mínimo.

Romildo foi autuado em flagrante pelo crime de Cárcere Privado cuja pena pode chegar a 8 anos de reclusão. Recolhido ao Presídio, sua prisão em flagrante foi comunicada ao Poder Judiciário bem como ao Ministério Público para as demais providências cabíveis.