Operação Remember: PCGO investiga homicídio em Doverlândia; investigado é preso em flagrante por posse de arma e por oferecer dinheiro para não ser detido

337

Dando seguimento à Operação Remember, os policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Caiapônia cumpriram nesta terça-feira (02), em Doverlândia, mandado de busca e apreensão na residência de um homem, 56 anos, investigado por homicídio. Durante a busca, a equipe encontrou quatro armas de fogo, sendo: duas espingardas calibre. 28, uma espingarda de pressão possivelmente adulterada para calibre. 22 e um revólver calibre. 32. Diante disso, o investigado recebeu voz de prisão por posse irregular de arma de fogo.

Durante o deslocamento para a cidade de Caiapônia, o investigado ofereceu R$ 3 mil para que os policiais civis não o prendessem em virtude das armas. Com a finalidade de produzir provas, os policiais gravaram um áudio do exato momento em que o investigado pratica o crime de corrupção ativa. Em seguida, os policiais civis esclareceram ao investigado que não são corruptos e lhe deram voz de prisão também pelo crime de corrupção ativa.

O homem é investigado por um homicídio praticado na cidade de Doverlândia em 2017, sendo que a possível motivação seria uma dívida que a vítima, um homem de 35 anos, teria com o investigado. Na época dos fatos, o investigado teria seguido a vítima pela GO-221 com sua motocicleta, lhe abordado e efetuado diversos disparos de arma de fogo que levaram a vítima à morte. A autoridade policial representou junto ao Poder Judiciário pela busca e apreensão, que foi prontamente atendida. A operação de hoje contou com apoio da Polícia Militar. O investigado responderá, além do homicídio em questão, agora também pela posse irregular de arma e corrupção ativa.

A imagem do preso foi divulgada a fim de que outras eventuais vítimas de crimes por ele praticados possam fazer o devido reconhecimento, seguindo os ditames da Lei 13.869/2019 e Portaria 02/2020 – PCGO.