Papiloscopista lotado na 11ª DRP identifica corpo de turista desaparecido na Chapada dos Veadeiros

671

O corpo encontrado na segunda-feira (23) na Chapada dos Veadeiros foi identificado dois dias depois como sendo do turista Jacob Vilar Santana, de 31 anos. O analista de sistemas desapareceu após ser atingido por uma cabeça d’água quando estava no Vale da Lua, em Alto Paraíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. O reconhecimento foi feito por meio das impressões digitais.

O exame que confirmou a identificação e possibilitou a liberação do corpo em menos de 24h após a entrada no Instituto de Medicina Legal (IML) foi feito pelo papiloscopista Luís Carlos Reis, lotado na 11ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Formosa. “A perícia papiloscópica foi muito difícil, pois o corpo estava em estado avançado de decomposição. Coletei 120 impressões digitais para conseguir uma boa”, relatou. Foram utilizadas técnicas de fervura e reconstrução plástica, as quais possibilitaram positivar o confronto das impressões digitais coletadas com as impressões do prontuário civil da vítima.

O analista de sistemas desapareceu no dia 1º de dezembro. Durante os mais de 20 dias de busca, os bombeiros percorreram 25 km pelo leito do rio. Durante esse processo, encontraram um colete e uma bermuda que ele usava quando se afogou. A namorada de Jacob, Jéssica Carmelo Zafalon, também estava com ele no momento da cabeça d’água, mas conseguiu escapar sem ferimentos graves.