PC conclui inquérito e indicia ex-prefeito por homicídio triplamente qualificado

123

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia conclui nessa terça-feira (28) investigação que indiciou um ex-prefeito do município de Santa Terezinha de Goiás por homicídio triplamente qualificado. Além do político, mais cinco pessoas foram indiciadas pelo homicídio da vítima Wender Luiz de Aguiar, 39 anos, ocorrido em 08 de março deste ano, Jardim Buriti Sereno, em Aparecida. De acordo com as investigações, a vítima foi alvejada no momento em que estava na calçada da frente a sua casa por dois autores que entraram na residência vestidos de agentes de saúde.

No decorrer das investigações, apurou-se que a vítima chantageava o ex-prefeito, cobrando-lhe quantias em dinheiro mensalmente em razão de anos atrás ter matado a amante do político, grávida de seis meses, na companhia dele, fato este que gerou uma dívida eterna entre ambos, como forma de gratidão. A investigação apurou que o político estava esgotado com as cobranças, quando decidiu por fim à dívida espúria. A Polícia Civil apurou ainda que, para a execução do homicídio, o ex-prefeito desembolsou a quantia de R$ 10 mil reais, paga aos executores pelo seu motorista.

Além do mandante, executores e demais partícipes foram identificados. Ontem o GIH cumpriu o mandado de prisão preventiva contra o ex-prefeito e seu motorista, os quais estão à disposição do Poder Judiciário no momento. As prisões deles foram convertidas de temporária para preventiva. Os demais envolvidos permanecem foragidos e seguem sendo procurados.