PCGO conclui investigação de crime que vitimou adolescente em Palmeiras de GO e localiza corpo

245

A Polícia Civil de Goiás concluiu a investigação quanto ao desaparecimento de um adolescente de Palmeiras de Goiás. O jovem, de 17 anos, desapareceu no dia 25 de outubro da cidade. Desde então, a Polícia Civil – por meio de uma força-tarefa composta pela DP de Palmeiras, delegacias da 16ª Regional de Trindade e pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) – realizou esforços e conseguiu localizar, na tarde de ontem (1º), o corpo do adolescente. O corpo foi encontrado em uma fazenda, no município de Cezarina, enterrado a cerca de 8 metros do solo. A ossada humana foi encaminhada ao IML de Aparecida de Goiânia para perícia. As vestes usadas já foram identificadas pela mãe da vítima. Com o encontro do corpo, a Polícia Civil conclui agora as investigações. Três pessoas serão indiciadas pelos crimes de homicídio e/ou ocultação de cadáver.

O principal autor do crime é um pecuarista de 35 anos. Ele teria efetuado disparos na região do peito e da cabeça do adolescente após se desentender com ele, em um bar da cidade de Palmeiras, porque o menor teria supostamente tentado subtrair seu celular. O autor então entrou em sua caminhonete, andou pela cidade com o menor e depois o levou a um galpão, em sua propriedade rural, onde teria efetuado os disparos. O revólver foi apreendido.

Depois disso, o autor contou com o auxílio de dois funcionários para ocultar o corpo, em outra fazenda, em Cezarina, com o uso de uma retroescavadeira. O autor foi preso em Goiânia, em um condomínio de alto padrão, no Setor Bueno. Seus comparsas foram presos em Palmeiras de Goiás e em Paraúna. Todos foram alvo de mandados de prisão temporária.