PCGO cumpre mandados de prisão de dois suspeitos de estupro de vulnerável em Porangatu

166

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Porangatu, após investigações, efetuou o cumprimento de dois mandados de prisões temporárias, em desfavor de uma senhora que consentia a prática sexual de sua filha, de 11 anos de idade, com outra pessoa de 21 anos de idade. O jovem mantinha uma relação há mais de cinco meses com a criança.

A mãe e o suposto genro foram presos e responderão por estupro de vulnerável. A Polícia Civil reafirma seu compromisso em coibir esses crimes e reitera a importância da sociedade denunciar as práticas de crimes envolvendo menores.