PCGO prende autor de roubo a supermercado de Goianésia

152

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Goianésia, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de Antônio Roberto de Souza,  suspeito de praticar, no município de Goianésia, o crime de roubo mediante o emprego de arma de fogo e concurso de pessoas.

O fato ocorreu no dia 31 de maio deste ano, às 11h20min, em um supermercado localizado na Av. Minas Gerais, bairro Santa Luzia, Goianésia. No instante em que o funcionário da empresa saía do estabelecimento  para  depositar no banco a quantia de R$ 153.419,40 e um cheque de R$ 2.672,57, foi surpreendido por dois homens armados, que após exercerem grave ameaça com o emprego da referida arma, subtraíram os referidos valores e saíram em fuga em um veículo.

Após o emprego de técnicas investigativas, os policias covos conseguiram identificar o autor e o automóvel utilizado no dia do fato, e usado para a fuga. Diante das fontes de prova, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do autor. Após ser deferida pelo Poder Judiciário, a medida foi cumprida nessa quinta-feira (17).

No momento da prisão, o investigado  estava em companhia do coautor do crime. Ambos promoviam uma festa em uma chácara da região, ocasião em que  foram surpreendidos pela equipe do Gepatri de Goianésia. No local, foram encontrados a arma e o veículo utilizado no crime, além de outros veículos e bens que possivelmente foram adquiridos com o dinheiro subtraído do supermercado. O investigado possui diversos registros criminais. A prisão do autor contou com o apoio da Polícia Militar de Jaraguá.

A imagem e a qualificação do investigado está sendo divulgada em razão da primazia do interesse público sobre o particular, nos ditames da lei n.13.869/2019 e portaria n.02/2020 da PCGO, porque visa à identificação de possíveis crimes praticado pelos suspeitos, bem como o surgimento de novas testemunhas e outras fontes de provas.