PCGO prende “Barão do Iphone” em Pontalina; jovem é suspeito de praticar inúmeros golpes pelas redes sociais

198

Após meses de investigação, a Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Pontalina, cumpriu nessa terça-feira (13), mandado de busca e apreensão e de prisão preventiva contra um homem de 26 anos, investigado pelos crimes de estelionato e lavagem de dinheiro. O jovem foi preso na denominada Operação Bon Vivant, sendo considerado o “Barão do Iphone” na cidade.

As diligências do inquérito policial instaurado demonstraram que o autor mantinha diversas páginas em redes sociais, nas quais ele comercializava aparelhos celulares de alto valor econômico. Depois de concluída a negociação e fraudada a vontade da vítima, o golpista deixava de entregar a mercadoria ou a entregava com algum vício. O golpe, em consonância com outras práticas criminosas fraudulentas, vitimou pessoas de todo Brasil.

O investigado possuía um sofisticado mecanismo de engenharia social, passando-se por lojas renomadas e forjando comentários de supostos clientes satisfeitos, tudo para transmitir confiança para as pessoas lesadas. Ele ostentava uma vida de luxo e viagens, padrão inconsistente com a renda que dizia auferir.

Em posse de todos os elementos informativos colhidos durante a investigação, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva e pela busca e apreensão domiciliar. Uma vez cumpridos os mandados expedidos pelo Poder Judiciário, após parecer favorável do Ministério Público, o autor foi encaminhado para a Unidade Prisional de Pontalina e encontra-se à disposição do Poder Judiciário.