Polícia Civil apreende menores suspeitos de matar sargento da FAB em Anápolis

366

Dois menores, de 17 e 13 anos, foram apreendidos suspeitos de matar um sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) durante um assalto, em Anápolis. A vítima, que era ex-cunhado do adolescente mais velho, foi morto após dar carona à dupla, de acordo com a Polícia Civil. O sargento Valdivino Garcez dos Santos, de 55 anos, foi morto em 12 de janeiro, um dia após seu aniversário. Ele estava na casa dos ex-sogros, o filho deles e um vizinho.

“A ex-namorada dele já roubou a casa dele, está presa por outro sequestro, mas o sargento tinha uma boa relação com os pais dela e continuava convivendo com eles. No dia do crime, o ex-cunhado, de 17 anos, pediu uma carona para ele e o amigo para uma festa”, disse o delegado Vander Coelho.

Segundo as investigações, os três entraram no carro do sargento e, próximo à BR-060, anunciaram o assalto. De acordo com o delegado, a vítima chegou a achar que era uma brincadeira. Porém, quando os menores insistiram, ele reagiu e acabou esfaqueado no pescoço. Foram levados um celular e R$ 110 da vítima.

Após o fato, a polícia recebeu denúncias sobre a autoria do ato infracional e começou a fazer buscas na região em que os menores moram. “Os dois ficaram escondidos. Eles sabiam que ele era um sargento, mas acharam que pudesse ser da Polícia Militar. Eles chegaram a ir até à delegacia e confessaram o delito. Então representamos pela internação deles e eles foram apreendidos no último dia 18”, completou o delegado.