Polícia Civil conclui investigação de vítima de homicídio em Anápolis; jovem foi morto por dois adolescentes

509
Vítima

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, concluiu nessa terça-feira (24) as investigações sobre a morte de Guilherme de Lima Vieira, 20 anos. Guilherme foi morto na madrugada de 27 de fevereiro de 2020, na residência onde morava, situada na Rua Michel Aidar, no Conjunto Habitacional Filostro Machado, em Anápolis.

Conforme apurado, Guilherme havia saído do presídio semanas antes e se encontrava no interior de sua residência, acompanhado de seu avô. Indivíduos armados adentraram no local e executaram a vítima com 11 tiros, todos na cabeça e no tórax. As investigações apontam como autores do ato infracional análogo ao crime de homicídio dois adolescentes, um de 17 e outro de 16 anos.

O de 17 anos foi morto num confronto com policiais militares em 17 de julhe deste ano, já o outro adolescente, de 16 anos, teve contra si um mandado de busca e apreensão expedido.

Em seu interrogatório, o menor confessou ter atirado em Guilherme, pois ele lhe devia R$ 160,00 de drogas e estava “enrolando” para quitar a dívida. A arma de fogo por ele utilizada, uma pistola calibre .380, foi apreendida e levada a exame pericial, tendo apresentado resultado de confronto balístico positivo com os projéteis retirados do corpo de Guilherme. O adolescente infrator se encontra recolhido no Centro de Atendimento Socioeducativo de Anápolis, à disposição da Justiça.