Polícia Civil conclui investigação sobre a morte de jovem ocorrida no Lago Corumbá IV, após descarga elétrica

372
Vítima

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Abadiânia, concluiu hoje (15), as investigações relativas à morte de João Paulo Vieira Azevedo Sandre, 28 anos. João Paulo faleceu, no dia 02 de janeiro deste ano, no Lago Corumbá IV, em Abadiânia, após sofrer uma descarga elétrica.

Após mais um de um mês de investigação, a autoridade policial que preside as investigações concluiu que houve crime de homicídio culposo, no qual não há a intenção de matar, além do delito de fraude processual, por parte do autor. O autor é um homem de 32 anos proprietário da residência e do flutuante onde a morte ocorreu logo após o feriado de reveillón. Os policiais civis constataram que houve negligência por parte do proprietário do flutuante ao fazer uma ligação elétrica proibida, que levava energia de sua residência para o flutuante e, assim, ocasionou a morte de João Paulo. Ademais, foi verificado que o autor inovou artificiosamente o local de crime, para induzir a erro a perícia.

O autor foi indiciado pelos referidos crimes. Agora, os autos do inquérito policial foram remetidos ao Judiciário para as demais providências processuais cabíveis.