Polícia Civil de Goianira prende autores de roubo que arrastaram vítima e atiraram na sua cabeça

315

A Delegacia de Polícia de Goianira cumpriu, nesta quinta-feira (6), mandados de prisão preventiva em desfavor de Bruno Gomes Nunes, de 18 anos, e Hiago Aguiar Onofre dos Santos, de 20 anos, identificados pelos investigadores como autores de uma tentativa de latrocínio, ocorrida no dia 11 de dezembro de 2018, no Residencial Solar das Paineiras, naquele município.

De acordo com a apuração, coordenada pelo delegado de Bruno Costa e Silva, os indivíduos usaram uma motocicleta e pela manhã, por volta de 7h30, abordaram a mulher de 40 anos que caminhava para o ponto de ônibus. Os autores anunciaram o roubo à mão armada e exigiram seu celular. A vítima teve dificuldades em entregar, então o garupa (identificado como Bruno) puxou a bolsa que ficou presa em seu braço, arrastando-a por alguns metros. O piloto, Hiago, gritou para o comparsa atirar e este efetuou um tiro atingindo de raspão a cabeça da mulher, que foi socorrida e liberada no mesmo dia.

Os policiais civis deram início imediato às investigações e, com apoio da Delegacia de Polícia de Trindade, identificaram os indiciados, que foram presos logo depois do crime praticado em Goianira por outros roubos em Trindade e Goiânia. Bruno Gomes Nunes possui antecedentes criminais pela prática de receptação, porte ilegal de arma de fogo, roubo de veículo, roubo qualificado e roubo a transeunte. Ambos permanecem recolhidos no Presídio de Trindade, onde os mandados foram cumpridos.