Polícia Civil de Niquelândia prende homem que envenenou dois cachorros do vizinho.

659

Policiais civis de Niquelândia prenderam I.R.M. em flagrante por maus tratos contra animais domésticos na tarde de quarta-feira (23). Ele teria envenenado os dois cães de seu vizinho durante a madrugada. Um dos animais (foto à esquerda) morreu devido à ação delituosa, o que agravou a situação do suposto autor do crime.

O dono dos animais telefonou para a Delegacia de Polícia (DP) do município e informou suspeitas segundo as quais o investigado teria envenenado seus dois cães de estimação.

De imediato, uma equipe de investigadores compareceu no local e constatou a veracidade dos fatos. Verificou-se que um dos animais já se encontrava morto e outro apresentava forte e constante ânsia de vômito. Os policiais civis também localizaram pedaços de frango na área externa da residência, os quais foram atirados ali pelo autor, meio este utilizado para envenenar os animais.

Ainda durante as diligências, os policiais civis descobriram que, na segunda-feira (21), I.R.M. havia praticado maus-tratos contra o gato de estimação de um outro vizinho. O suposto autor teria atingido o felino com um instrumento pontiagudo, o que causou ferimentos no animal.

Diante da situação, I.R.M. foi preso em flagrante pela prática do crime de maus-tratos contra animais domésticos, com aumento de pena em razão da morte de um dos cães. O delegado responsável, Cássio Arantes, arbitrou fiança estabelecida em 20 salários mínimos (correspondente à quantia de R$ 19.960). Uma vez não recolhida a quantia, o autor foi conduzido para a unidade prisional da cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

O investigado é presença corriqueira nos meios policiais de Niquelândia, pois ostenta diversos registros criminais, além de ser conhecido por toda a vizinhança onde reside por ser constantemente motivo de transtornos naquela região.