Polícia Civil desarticula organização criminosa que atuava no roubo de cargas no Entorno

703
José Roberto e Alessandro

Os policiais civis dos grupos de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) e de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Luziânia desarticularam, na tarde dessa segunda-feira (20), uma organização criminosa dedicada ao roubo de cargas e que atuava na região do Entorno Sul de Brasília. Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e um de busca e apreensão.

Segundo as investigações, os suspeitos José Roberto da Silva, de 40 anos, Alessandro Gonçalves Marchiori, de 22 anos, Isaías dos Santos Alves, de 27, e Matheus Meirelles de Assis, 22 anos, formavam uma organização criminosa especializada no roubo de cargas. Eles agiam nas rodovias da região de Luziânia, Cristalina e Cidade Ocidental.

Para a execução do crime, os investigados usavam carros roubados ou de “ágio estourado”, monitoravam as rodovias, geralmente durante a noite, e ao avistar algum caminhão com carga, o seguiam. No momento oportuno, fechavam o caminhão usando seus veículos e efetuavam disparos de arma de fogo, geralmente para o alto ou mesmo na direção do caminhão, obrigando o motorista a parar.

Em seguida, rendiam o motorista e o mantinham em restrição de liberdade, no meio do matagal, até que a carga chegasse ao destino. Consumado o roubo, a vítima era abandonada no matagal.

A Polícia Civil identificou, até o momento, cinco crimes de roubo de carga praticados pelo bando, sempre com mesmo modus operandi. Em abril, após cometer um dos delitos, o bando foi abordado pela PRF, quando reagiu disparando contra a viatura. Durante a troca de tiros, três conseguiram fugir. Já Isaias dos Santos foi preso pela PRF.

Alguns dias depois, durante a execução de outro crime, Matheus Meirelles acabou morrendo durante um outro roubo, também baleado.

Isaías dos Santos

Por fim, os dois indivíduos remanescentes do bando e já identificados foram presos, em cumprimento de mandados de prisão preventiva. Durante a prisão, José Roberto resistiu à ação policial e empreendeu fuga em um veículo, dirigindo em alta velocidade por várias vias da cidade, sendo seguido e capturado pelos policiais do Gepatri.

José Roberto foi autuado em flagrante por resistência, dirigir sem CNH ou permissão e direção perigosa. Também foi cumprido mandado de prisão preventiva em desfavor de Isaías dos Santos, que já estava recolhido no CPP da cidade.

José Roberto, Isaías dos Santos e Alessandro Marchiori serão indiciados por roubo majorado, por 5 vezes, e organização criminosa.

Delegado Responsável: Danillo Martins