Polícia Civil divulga retrato-falado de suspeito de estupro a jovem de Iporá

47

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Iporá, investiga caso de estupro a uma jovem de 23 anos, ocorrido no dia 24 de maio deste ano, por volta das 3h da madrugada, no Conjunto Águas Claras, em Iporá. A vítima contou à Polícia que estava em um bar com dois amigos e seu irmão. Quando voltava para sua casa, de moto, foi abordada por um homem que pedia informações.

O suspeito desligou a motocicleta, agarrou a vítima pelo pescoço e a jogou no chão, quando então obrigou-a a ter relação sexual. Depois do ocorrido, a vítima conseguiu fugir em sua motocicleta. A jovem fez exame de corpo de delito, que constatou as lesões sexuais na região anal.

O retrato-falado do autor foi feito pela Gerência de Identificação da PCGO, que pela primeira vez utilizou a videoconferência para tanto, uma vez que não foi possível a vítima vir a Goiânia para fazê-lo presencialmente. O autor é um homem moreno, aparentando ter 40/45 anos; nariz largo, cabelos curtos, provavelmente 1,80/1,90 metro de altura; compleição mediana. Usava camiseta vermelha, bermuda com cores estampadas e chinelo. Tem sobrancelha grossa e cicatriz na sobrancelha direita. Quem tiver conhecimento da autoria, pode fazer denúncia anônima pelo Disque 197 e também no telefone fixo da Deam de Iporá – (64) 3603-7428. A Deam de Iporá continua as investigações a fim de identificar o autor e, assim, indiciá-lo pelo delito de estupro no inquérito policial.