Polícia Civil prende casal por tortura e tentativa de homicídio contra duas crianças em Cristalina

267

Uma ocorrência que chocou até mesmo os policiais civis envolvidos por tamanha crueldade. Após uma criança chegar na UPA de Cristalina, em estado grave, os médicos acionaram o conselho tutelar e a Polícia Militar, pois a mãe da criança relatava que ela teria caído do carrinho de bebê. Porém, as lesões apresentadas não condiziam com a versão que a mãe apresentava. Diante dos fatos, a Polícia Militar encaminhou a mãe da criança até a Delegacia de Polícia Civil.

Após essa apresentação, a equipe da Polícia Civil iniciou diligências na residência da autora, na tentativa de encontrar o objeto utilizado para lesionar a criança. Durante as diligências foi constatado que o casal (mãe e padastro) cuidavam também do irmão que já era atendido no hospital, sendo que o conselho tutelar conseguiu localizá-lo na casa da mãe do autor (padastro). A criança apresentava também várias lesões pelo corpo.

Foram empreendidas buscas e levantamentos para localizar o padrasto das crianças, o qual teria fugido. As equipes policiais encontraram o autor escondido em uma residência no mesmo bairro (Vila São João), onde ele mantinha residência e então foi preso em flagrante. As crianças foram encaminhadas para Brasília e internadas na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), sendo que uma delas encontra-se em estado gravíssimo.