Polícia Civil prende dois investigados por homicídio em Anápolis de “motogirl”

482
Vítima

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, deu cumprimento nessa sexta-feira (11) a mandados de prisão temporária em face de dois jovens, de 18 e 23 anos, investigados por homicídio. Eles são apontados como autores do homicídio qualificado praticado em desfavor da jovem Rafaella Batista dos Santos, 22 anos, ocorrido na noite de 27 de outubro deste ano, na Rua Bela Vista, Setor Jardim Goiano, em Anápolis.

Conforme apurado, os suspeitos realizam o comércio de drogas na região do Setor Calixtópolis, sendo que ambos arregimentaram Rafaella, “motogirl” de um restaurante, para que ela realizasse a entrega de quantidades consideráveis de entorpecentes. Insatisfeita com o pequeno valor recebido pelos serviços, Rafaella, que também fazia uso de drogas, passou a desviar para si parte da droga que era incumbida de entregar, fato descoberto pelos investigados.

No dia dos fatos, Rafaella foi chamada pelos investigados para a realização de um serviço, atraída para um local ermo e morta a tiros. Câmeras de segurança das proximidades flagraram a fuga de um dos autores. Um deles possui passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo e o outro ostenta anotações criminais pelos crimes de tráfico de drogas, tentativa de homicídio e furto. Ambos estão agora recolhidos no presídio local, à disposição da Justiça.