Polícia Civil prende em flagrante ex-primeira dama do município de Firminópolis suspeita de usurpação de função pública

220

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia de Firminópolis, prendeu em flagrante delito, na referida cidade, uma ex-primeira dama, 58 anos, pelo crime de usurpação de função pública. Ela foi presa no final da tarde de hoje (06), na Secretaria Municipal de Saúde. Do crime não cabe fiança na delegacia.

Chegou ao conhecimento da Polícia Civil que a autora estaria se passando por servidora da Secretaria de Saúde do Município e, com finalidade eleitoral, estaria intermediando a realização de consultas, exames médicos e doação de medicamentos custeados pelo município, com a finalidade que de pacientes com problemas de saúde apoiassem certos candidatos a vereador e prefeito.

Durante a prisão, foram ouvidos funcionários da Secretaria de Saúde que confirmaram que ela, apesar de não ter nenhum vínculo com o serviço público, vinha agindo como se fosse Secretária de Saúde. Pessoas que buscaram atendimento na Secretaria também relataram terem sido atendidos pela autora.
A ex-primeira dama do município, em virtude de condenações por improbidade administrativa, já teve seus direitos políticos suspensos, não podendo exercer cargos públicos.