Polícia Civil prende investigado por crime de maus-tratos a animais

71

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Santo Antônio do Descoberto, prendeu em flagrante, no dia 1º de setembro, um homem de 23 anos acusado de praticar maus-tratos contra uma cadela da raça pit-bull.

Denúncias davam conta de que em um endereço localizado na Baixada Fluminense, naquele município, uma cadela estaria sendo mantida em situação de maus-tratos, tendo em vista que o dono estaria privando o animal de viver em um local apropriado, bem como de alimentação adequada.

Visando apurar os fatos trazidos pela denúncia, policiais civis diligenciaram até o local. Na referida residência, a equipe foi recebida pelo proprietário da casa, que se identificou como dono do animal. Em seguida, este franqueou a entrada da equipe, que constatou que a cadela era mantida em um ambiente extremamente sujo, com fezes, forte odor de urina e restos de animais mortos, uma vez que a cadela passou a caçar gatos para sobreviver.

Verificou-se também que o animal estava estressado e subnutrido, sendo necessário apoio para retirar a cadela, em segurança, da residência. Diante da situação flagrancial, o responsável pelo animal foi conduzido até a Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos a animais.

Após as formalidades de sua captura e interrogatório, o investigado foi encaminhado à unidade prisional de Santo Antônio do Descoberto, onde ficará à disposição da Justiça. A cadela resgatada foi encaminhada para uma clínica local, onde se encontra internada e em recuperação.