Operação Lucro Fácil, Cadeia à Vista: PCGO prende jovem considerado um dos maiores estelionatários do norte goiano

342

A Polícia Civil de Goiás, por meio das Delegacias de Polícia (DPs) de Uruaçu e de Campinorte, deflagraram, na manhã desta quinta-feira (29), a Operação Lucro Fácil, Cadeia à Vista. A operação cumpriu mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão, em Campinorte, contra Paulo Roberto Dias Mendes, de 28 anos, considerado um dos maiores estelionatários do norte goiano.

O autor agia por meio da compra de diversas mercadorias no comércio de cidades do norte de Goiás e apresentava ao comerciante falso comprovante de pagamento, obtendo assim vantagem ilícita. “Ele chegava no comércio, demonstrava interesse em alguma mercadoria, produto, falava para o comerciante que faria uma transferência eletrônica (TED). O comerciante acreditava, pois mostrava no celular que havia feito, mas ele não colocava a senha final para que o dinheiro fosse creditado na conta do empresário de quem comprava a mercadoria. O comerciante entregava o produto e, no dia seguinte, o dinheiro não caía na sua conta, quando percebia que havia caído em um golpe. Tentava ligar para ele, que não atendia o telefonema, e a mercadoria comprada já era repassada a terceiro”, explica o delegado Fernando Martins, responsável pela investigação. Em geral, ele comprava materiais de construção, pneus, bolas de arames, celulares, entre outros objetos.

O investigado possui em andamento mais de 20 boletins de ocorrência pelo crime de estelionato em seu desfavor, 5 inquéritos policiais (2 no município de Campinorte e 3 em Uruaçu), 3 ações penais em andamentos (Mara Rosa, Campinorte e Porangatu), uma ação penal no Estado do Maranhão e uma no Estado do Tocantins. Todos os procedimentos e processos judiciais em curso são pela prática do crime de estelionato. Além do cumprimento do mandado de prisão preventiva, foi cumprido também mandado de busca e apreensão em usa residência, onde foram aprendidos objetos relacionados aos crimes, como aparelhos celulares, pen drives e documentos vinculados à prática criminosa.

Nas redes sociais, ele exibia um padrão confortável de vida, com viagens, pilotando moto náutica e participação em eventos, como agropecuária.

A divulgação da imagem e identificação do preso foi procedida nos termos da Lei n. 13.869/2019, Portaria n. 02/2020 – PC e Despacho do Delegado de Polícia responsável pela investigação, especialmente porque o autuado é suspeito de praticar diversos crimes de estelionato em vários municípios do norte do estado de Goiás e também em outros Estados da Federação, como Maranhão e Tocantins. A divulgação da sua imagem auxiliará as vítimas ainda desconhecidas a comparecerem na delegacia de polícia, realizarem o reconhecimento e prestarem esclarecimentos.