Polícia Civil prende no DF casal suspeito de tráfico interestadual de drogas

318

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Luziânia, na tarde deste sábado (08), fechou laboratório de refino de cocaína e desarticulou um grande esquema de distribuição de drogas em Goiás e no Distrito Federal. Após investigação, um homem e uma mulher foram presos. Os dois eram responsáveis por distribuir drogas a vários traficantes de Luziânia e outros municípios goianos.

Com apoio da PRF, o casal foi abordado quando estava chegando no Distrito Federal, no viaduto da DF-280 com a BR-060. No veículo havia grande quantidade de cocaína. No momento da abordagem, o investigado apresentou documento falso ao se identificar para os policiais.

No mesmo dia, foram realizadas buscas no apartamento dos investigados em Taguatinga (DF), onde foram apreendidas pasta base de cocaína e escama de peixe, cocaína com alto teor de pureza e valor de mercado.

Foram realizadas ainda buscas em outra casa utilizada pelos investigados no distrito de Planalmira, município de Abadiânia, onde funcionava um laboratório de refino de cocaína. No local foram encontrados porções de cocaína, insumos e uma prensa industrial utilizada para fabricação do entorpecente.

As investigações duraram mais mais de 2 meses e os policiais civis do Genarc diligenciaram em cidades como Luziânia, Abadiânia, Goiânia e Taguatinga (DF). A suspeita é de que a droga era transportada por meio terrestre a cidades de Goiás e Distrito Federal e por meio de avião em voos domésticos para outros estados da Federação.

Os investigados foram conduzidos ao Genarc em Luziânia e autuados por tráfico interestadual de drogas. A investigação teve apoio operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF).