Polícia Civil prende suspeito de incêndio criminoso que levou ao desabastecimento de água em Anápolis

599

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da 5ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Anápolis, realizou, na manhã de hoje (03), operação para cumprimento de mandado de prisão preventiva contra o suposto autor de incêndio que causou desabastecimento de água em Anápolis por dois dias. O homem, de 45 anos, foi preso no Setor Recanto do Sol, em Anápolis.

O incêndio, ocorrido na zona rural de Anápolis, entre os dias 29 de setembro e 1° de outubro do corrente ano, teria sido causado por uma briga trabalhista entre o ex-caseiro da fazenda e o herdeiro da terra. O fogo se espalhou por diversas áreas e atingiu postes da ENEL e as bombas da Saneago, que fazem captação de água para cerca de 80% da população de Anápolis.

O inquérito policial ainda está em andamento. O homem preso nesta quinta-feira é investigado pelo crime de incêndio qualificado pelo dano ao patrimônio público e, caso condenado, o autor pode ser punido com até 9 anos de prisão.