Polícia Civil recupera objetos furtados da Sociedade São Vicente de Paula, em Edeia 

48

A Polícia Civil recuperou nessa quarta-feira (17) objetos que haviam sido furtados da Sociedade São Vicente de Paula, na madrugada do dia 02 de fevereiro último.

No dia 1º de fevereiro, uma mulher procurou a administradora da Sociedade São Vicente de Paula no intuito de alugar o salão de eventos da entidade para que fossem realizados cursos durante três dias. O espaço foi locado e, no mesmo dia, a mulher pegou a chave do local, todavia, a locação era apenas um pretexto para que a suspeita pudesse furtar os jogos de mesas, freezers, cervejeira e fogões industriais que estavam no local.

Na manhã do dia seguinte, a administradora da Sociedade foi até o salão e percebeu que todos os objetos não estavam no local, procurando a Delegacia de Polícia (DP) de Edeia para registrar a ocorrência. Apesar de não ter sido feito contrato de aluguel do espaço, ficando, portanto, sem a identificação da suspeita, a Polícia Civil iniciou diligências no sentido de localizar os objetos subtraídos.

Chegou-se a um fretista, residente em Goiânia, que fez o transporte dos objetos furtados até a capital e que, segundo as investigações, agiu de boa-fé, tendo se disposto a levar os policiais civis até o pregão onde os jogos de mesas, freezers, cervejeira e fogões haviam sido vendidos pela mulher.

Os objetos foram recuperados e devidamente restituídos à vítima e as investigações continuam no sentido de identificar a autora. Os objetos subtraídos são avaliados em R$ 10 mil.