Polícia de Campinorte prende quatro suspeitos de receptação

614

A Polícia Civil de Goiás prendeu quatro receptadores de uma só vem em Campinorte, nesta terça-feira (20).

Victor Paulo Borges foi vítima de crime de furto, na madrugada do dia 22 de fevereiro, momento que teve sua residência arrombada, de onde foram subtraídos diversos pertences, dentre os quais um notebook, um drone, um tablet, um violão, uma bolsa, um estojo de maquiagem, dois óculos de sol, três garrafas de whisky, quatro inversores de energia solar fotovoltaica, produtos cosméticos (avaliados em R$ 15.000,00) e R$ 800,00 em dinheiro.

Victor se dirigiu, na tarde desta segunda-feira (19), até a delegacia de Campinorte informando aos policiais que uma pessoa da cidade de Goianésia, a qual se apresentou pelo nome de Ricardo, teria feito contato com ele, oportunidade em que ofereceu a ele quatro inversores de energia solar fotovoltaica para venda. Já desconfiando de que esses objetos seriam os mesmos subtraídos de sua casa, a vítima solicitou o devido apoio policial, que foi imediatamente prestado.

Combinado o local de encontro, onde Ricardo mostrou os produtos que pretendia vender, Victor constatou que realmente se tratavam daqueles furtados de sua residência, oportunidade em que os agentes policiais civis, já previamente posicionados, surpreenderam o autor e o prenderam naquele exato momento, identificando-o como Ricardo Damásio Teixeira.

Durante a ação policial, Ricardo afirmou ter recebido os quatro inversores de Rafael Alves do Vale, o qual foi localizado pela polícia em sua casa e identificado. Rafael, por sua vez, alegou que quem havia lhe repassado esses produtos seria um colega de nome Rogimar, que também foi encontrado. Identificado como Rogimar Ramalho Dias, ele contou que recebeu os inversores de Andreia dos Santos Xavier e do companheiro dela, chamado Enival. Na sequência, os policiais civis localizaram Andreia na residência dela, onde parte dos cosméticos subtraídos anteriormente foi recuperada.

Posteriormente, o companheiro de Andreia, de nome Enival Pereira da Silva foi encontrado e, então, alegou para os policiais que havia comprado todos os bens furtados de uma pessoa desconhecida, pela suposta quantia de R$ 5.000,00.

Diante da situação, depois de encaminhadas para a Delegacia de Polícia de Uruaçu, todas as pessoas envolvidas foram autuadas em flagrante pelo crime de receptação. Além dos quatro inversores de energia solar fotovoltaica (cada um avaliado em R$ 2.000,00), também foi recuperado o drone subtraído (no valor aproximado de R$ 5.000,00), bens estes que foram restituídos à vítima. As investigações policiais continuarão com o objetivo de localizar o restante da mercadoria furtada.